Carga horária: 18 horas.

Datas:

Aulas práticas:

• Aula 1: Das Pedras Espaço de Escalada - Rua Cristina 1318, Santo Antônio, Belo Horizonte - MG, das 09:00 às 19:00.

• Aula 2: Sítio do Rod - Lagoa Santa - MG, das 09:00 às 18:00.

Instrutor: Marcelo Motta Delvaux

Guia de montanha profissional, com certificação pela Escuela Provincial de Guías de Alta Montaña y Trekking - EPGAMT / Argentina. Guia de montanha associado à AAGM e à AAGPM. Guia de montanha credenciado no Parque Provincial Aconcagua. Pratica escalada em rocha desde a década de 1990 e alta montanha desde o início dos anos 2000, tendo realizado mais de 150 ascensões nos Andes e no Himalaia, em países como Argentina, Chile, Bolívia, Peru, Equador, Venezuela e Tibete. Possui em seu currículo 50 cumes acima de 6 mil metros, sendo um dos brasileiros com maior número de cumes no Aconcagua (12 cumes), a montanha mais alta da Américas.

Investimento: R$ 700,00 (setecentos reais).

Estão incluídos nesse valor todos os equipamentos a serem utilizados durante o curso.

Não estão incluídos no valor do curso o transporte até as áreas de escalada, a taxa da academia de escalada e a taxa de entrada na Lapinha. 

Opções de pagamento:
• Boleto bancário.
• PIX.
• Depósito bancário.

Conteúdo:

1. Nós

- Ancoragem e fixação de cordas: oito de duplo seio, nove, sete ou oito direcional, fiel com uma mão, nó corrediço.
- Encordamento e fixação de cordas: borboleta alpina.
- Junção de cordas: pescador duplo, oito duplo, gaza (nó de montanha).

2. Técnicas e movimentos corporais para uma escalada eficiente

3. Equalizações

- Top rope.
- Sistemas de distribuição de carga estáticos e dinâmicos.
- Características ideais de uma parada equalizada: princípios SRENE.
- Triângulos de forças clássico e bloqueado.
- Sistemas em linha.
- Equalette.
- Quad.

4. Escalada em paredes em vias com mais de 1 enfiada

- Conceitos de cordada e enfiada.
- Os papeis do guia e do participante.
- Comunicação.
- Procedimentos de segurança e backup.
- Montagem de paradas.
- Autoasseguramento em uma parada.
- Segurança para o 2º escalador desde a parada.
- Utilização de freios autoblocantes em uma paradas: Placa Gigi e ATC Guide.
- Redução do fator de queda 2.
- Rapel com união de cordas.
- Cordadas com 3 participantes.
- Encordamento no meio da corda.

5. Soluções de emergência e métodos de fortuna

- Segurança com o nó dinâmico ou UIAA:
    • Para o primeiro da cordada (guia).
    • Para o segundo da cordada (segurança de cima).
- Rapel com o nó dinâmico ou UIAA.
- Sistema para rapel com mosquetões.
- Descida do companheiro com o nó dinâmico ou UIAA.
- Bloqueio do nó dinâmico ou UIAA através do nó mula.
- Bloqueio do ATC.
- Bloqueio da corda com o nó marinheiro.
- Sistemas autoblocantes: coração.
- Encordamento de emergência.
- Cadeirinhas improvisadas.

6. Técnicas verticais

- Ascensão por corda:
   • Sistema Texas.
   • Ascensão com nó autoblocante.
   • Ascensão com tibloc e jumar.